fbpx

Porque o excesso de entretenimento faz de si um perdedor

Cartas a voar em parque de diversões

“Perdedor”, essa palavra que ofende tanta gente na sociedade de hoje em dia, em que predomina a ideia de que a única coisa que interessa, é proteger as emoções porque todos os seres humanos são lindos e maravilhosos independentemente das suas ações.   Se partilha desse ideal, é melhor não ler este artigo, a não ser que queira … Ler mais Porque o excesso de entretenimento faz de si um perdedor

Porque os clichés arruínam a criatividade

Livro aberto com um farol e golfinhos

Os clichés estão em todo o lado. Basta ligar a televisão para ver mais uma história sobre um rapazinho atado, que por algum motivo totalmente aleatório ganha super poderes e começa a espancar vilões.  Ou ouvir a música que passa na maior parte das estações de rádio, sobre o homem que deixou fugir a mulher da sua vida por não … Ler mais Porque os clichés arruínam a criatividade

A arte de ignorar o caos

Homem a olhar para rio e montanhas

Acabaram-se os tempos em que vivíamos num mundo perigoso e imprevisível. Ao longo da História, a esperança média de vida tem aumentado gradualmente a nível mundial.   Basta consultar os dados da Our World in Data para constatar que não existe um único país no mundo inteiro, com uma esperança média de vida mais baixa, do que aquela que era a mais alta nos países … Ler mais A arte de ignorar o caos

Torne-se não-reativo e recupere o seu poder pessoal

Bancada de pedra com capacete e espada de gladiador

É difícil de entender se a vida passa por nós, ou se somos nós que passamos pela vida. Começamos cedo a acreditar que as pessoas são todas diferentes uma das outras, talvez para termos a sensação de que somos especiais.  Se todo o mundo é diferente, haverá certamente alguma coisa que nos destaca. Não obstante, … Ler mais Torne-se não-reativo e recupere o seu poder pessoal

Quando chega a altura de se reinventar

Lâmpada apagada no chão

Quando pensamos em progredir nas nossas vidas, pensamos usualmente em melhorar as qualidades de que já dispomos, e não em nos reinventarmos por completo. Reinventarmo-nos, é criarmos uma identidade totalmente diferente dentro de nós.  Quando as áreas da vida que nos desagradam estão em maior quantidade do que aquelas com as quais estamos satisfeitos, estamos numa boa altura … Ler mais Quando chega a altura de se reinventar

error: Content is protected !!