O poder do pensamento negativo

Como não o quero induzir em erro com este título, vamos começar por clarificar desde já este conceito. O pensamento negativo a que me refiro, é aquele tipo de pensamento que lhe causa raiva, frustração e que o faz sentir-se impaciente.

Não aquele que o faz sentir-se desvalorizado, deprimido, e que acaba com a sua motivação. Se acha que pode estar clinicamente deprimido, não procure respostas na internet. Em vez disso, fale com profissionais treinados para o efeito.

Voltando ao tema principal, subscrevo a afirmação de que a fé move montanhas.

Mesmo que o leitor seja uma daquelas pessoas que consegue motivar-se somente com a visão das suas aspirações, obtendo desta forma a força necessária para ultrapassar qualquer obstáculo, não ignore as próximas palavras que vai ler.

Se algum dia, por qualquer motivo perder a motivação, estas podem virar o jogo novamente a seu favor.

Nas frustrações jaz um grande poder.

Existe uma grande variedade de emoções negativas carregadas de “combustível”. Raiva, irritação, revolta e muitas outras do mesmo gênero, são frequentemente apelidadas de “más emoções”, transmitindo a ideia de que é errado senti-las e que as deve reprimir.

O importante, são as emoções fortes. Negativas, mas fortes.

Em vez de reprimir essas emoções fortes, ou de as descarregar noutras pessoas que nada têm a ver com os seus problemas, torna-se muito mais eficaz mudar a sua perspetiva e usar as emoções negativas como energia para colocar em prática os seus empreendimentos.

Sinto que este tema é pouco ou nada explorado no mundo do desenvolvimento pessoal. Talvez pelo hábito de se criarem campanhas de marketing que transmitem ideais de um mundo cor-de-rosa, onde toda gente está sempre feliz e todas as famílias têm um golden retriever.

Ignora-se o facto de que os pensamentos negativos podem gerar resultados positivos.  

Ser-se pessimista pode ser uma incrível fonte de motivação! Imagine como será a sua vida no futuro se não parar de procrastinar, se não tiver cuidado com a sua alimentação, ou se não meter em prática a sua ideia de negócio que paira no seu pensamento há já demasiado tempo.

Sabe qual é a coisa que mais o frustra na sua vida?

Se conseguir responder a esta pergunta, dará um passo de gigante para deixar de levar uma vida de conformismo. A seguir, vamos desconstruir as restantes fases do processo de maneira a dar-lhe o poder de agir e de mudar o que não gosta na sua vida.

O combustível da frustração.

A frustração que sente relativamente a uma determinada área da sua vida está a dar-lhe o poder de agir. Para usar esse poder, tem de saber o que quer e traçar um plano com ações diárias para o alcançar.

Use a motivação para criar autodisciplina.

A motivação NÃO VAI fazê-lo agir a longo prazo. Em vez disso, vai ajudá-lo no curto prazo, a criar os hábitos diários que realizará automaticamente sem ter de sentir qualquer motivação. Quando criar um hábito diário, significa que desenvolveu autodisciplina.

Para mantê-la, só precisará de não se desleixar nos seus hábitos diários. A autodisciplina, uma vez criada, requer muito pouco esforço para ser mantida, e é com esta que consegue executar ações diárias no longo prazo.

Se já leu outros artigos meus, já deve ter percebido que dou muito importância a este conceito das rotinas diárias. Tal deve-se ao facto deste blog existir graças às rotinas diárias que incorporei no meu dia-a-dia.

Jamais escreveria alguma coisa se esperasse sentir-me motivado para tal!

Para usar o poder do pensamento negativo, lembre-se de que a frustração gera motivação, que por sua vez, gera autodisciplina. Só tem de decidir o que quer fazer.

Se está conformado e não sente vontade de aplicar esta fórmula, faça o seguinte:

Torne-se pessimista!

Alguma vez usou o poder do pensamento negativo?

5 comentários em “O poder do pensamento negativo”

    • De maneira geral eu sou bem otimista: mesmo quando alguns pensamentos negativos me atingem, consigo pensar no lado bom da coisa! Mas achei bem interessante toda a sua discussão sobre essa temática.

      Responder
  1. O pensamento realmente tem um poder incrivelmente grande e o negativo então nem se fale. Criar e manter a autodisciplina não é uma tarefa fácil, mas com certeza é extremamente benéfica.
    Adorei o texto

    Responder

Deixe um comentário

Receba no seu email as minhas ideias pessoais que não partilho no blog!

OS MEUS EBOOKS

Nos dias que correm, cada vez mais pessoas sentem dificuldade em decidir o que querem realizar, que objetivos escolher, que sonhos perseguir. Embora nunca houvesse uma altura na história com tantas possibilidades como existem hoje em dia, sentem-se como se estivessem presas por uns grilhões e não conseguem avançar nas suas vidas. Essas amarras invisíveis que as fazem sabotar os seus objetivos inconscientemente têm um nome:

Condicionamento social.

Tudo aquilo a que nos expomos condiciona-nos positiva ou negativamente, influenciando as nossas vidas, assim como os resultados que obtemos. Este ebook foi escrito com três objetivos principais:

Ajudá-lo a DECIDIR qual o objetivo que deve perseguir, aprender o que fazer para se LIBERTAR das influências negativas que não o deixam avançar, e ainda, ensiná-lo a AJIR desenvolvendo a sua autodisciplina.

Data de lançamento: 14 de agosto de 2019

Já se perguntou porque é que algumas pessoas parecem atingir os seus objetivos com tanta facilidade, enquanto outras parecem simplesmente “falhar” em tudo? A arte de atingir objetivos não é nenhum segredo guardado a sete chaves. 

As pessoas que conseguem o que querem têm várias coisas em comum. Como já deve ter ouvido dizer, o sucesso deixa pistas, e se quer causar mudanças positivas na sua vida, não precisa de reinventar a roda. 

Este ebook contém um método, dividido em 5 princípios, que é nada mais do que uma forma simples de proceder e com a mentalidade certa. Resume também as fundações de todas as pessoas que estão constantemente a evoluir nas suas vidas e que nunca ficam estagnadas por demasiado tempo, de uma forma prática e fácil de entender.

Data de lançamento: 18 de novembro de 2016

Homem a correr na estrada

A motivação depois dos 30 anos

Para algumas pessoas, fazer 30 anos é um autêntico filme de terror. Para outras, é quando ganham uma nova perspetiva acerca da sua mortalidade, e

Ás de paus

Descubra a sua vantagem injusta

Cada um de nós tem uma inclinação para fazer alguma coisa muito melhor do que outros, apesar de muitas vezes, esta ser uma habilidade escondida. Se for

José Lança

José Lança

José Lança é o criador do blog Desbloqueie-se, onde milhares de pessoas espalhadas pelos quatros canto do mundo já foram procurar inspiração para os seus desafios. Dedica o seu tempo à escrita de não ficção, explorando temas que abrangem desde o desenvolvimento pessoal ao condicionamento social, passando por tudo aquilo que tem impacto na produtividade pessoal de cada indivíduo. Acredita que o seu propósito de vida é atingir a maestria num único campo, ao longo de toda a sua vida.
error: Content is protected !!