fbpx

O que fazer quando não sabe o que fazer

Ouvimos com muita regularidade que temos de ir atrás dos nossos sonhos, que é fundamental ter um propósito de vida, fazer sacrifícios e “fazer acontecer”. 

Graças à tendência generalizada para “fazer”, a Nike criou um dos slogans mais famosos de sempre “Just Do It” que também impele as pessoas para a ação.

O blog Desbloqueie-se também está provido com artigos que o podem ensinar a deixar de procrastinar, a ter mais autodisciplina e a desenvolver uma visão, tal como muitos outros conteúdos que o podem ajudar a chegar mais perto do que quer, e a começar a “fazer” aquilo que precisa.

Há apenas um pequeno pormenor que é muitas vezes esquecido na indústria do desenvolvimento pessoal e um erro no qual eu não quero cair quando escrevo acerca de produtividade.

Fazer é importante! Mas como?

Muitas pessoas sabem aquilo que gostariam de ter, mas não sabem quais as ações concretas que devem realizar para o conseguir.

Se tem uma visão clara e específica acerca daquilo que gostaria de concretizar na sua vida, já está um passo à frente das pessoas que não sabem o que querem, e que simplesmente caminham sem saber muito bem para onde vão.

Já referi em várias publicações que quanto mais claro e específico for o seu objetivo, mais fácil se torna definir as ações necessárias para o alcançar.

Apesar de tudo, ser específico pode não ser o suficiente. Imagine que o seu sonho é tornar-se num empreendedor.

No entanto, não tem formação nessa área, não existem empreendedores na sua família nem no seu círculo de amigos e você não sabe onde ir buscar o conhecimento de que necessita.

Dito isto, não consegue ter a mais pequena ideia do que fazer para por em prática o seu sonho. Pode ter motivação e ser uma pessoa disciplinada, mas isso não lhe dá poderes de clarividência que o fazem adivinhar quais as ações a executar.

A desistência por ignorância.

O problema de não saber o que fazer, leva muitas pessoas a desistir dos seus sonhos. Nada me deixa mais chateado e revoltado do que ver pessoas a desperdiçar as suas vidas com atividades que requerem um milésimo do seu potencial.

Tudo porque os seus sonhos lhes parecem impossíveis de serem postos em prática. A boa notícia que tenho para lhe dar, é que eu também já aí estive. Foi há quase 10 anos quando decidi tornar-me num empreendedor e tive a minha primeira experiência.

Na altura, os meus conhecimentos acerca de empreendedorismo, desde a criação de um produto, a sua colocação no mercado, o marketing e passando pela contratação de mão-de-obra eram estes:

0

Um grandessíssimo 0!

Eu não fazia a mais pequena ideia de…

Deixe-me pensar…

ABSOLUTAMENTE NADA!

Pesquisar no Google é sempre o primeiro passo.

A única coisa que eu tinha era paixão por uma área e uma ideia. Sem saber como a executar, fiz o que a maioria das pessoas faz nessas circunstâncias e pesquisei na internet. Encontrei vários peritos que se dedicavam a ensinar outras pessoas a fazer aquilo que já tinham feito.

No entanto, foi só passado uns 4 ou 5 anos que comecei a ver a minha vida a ganhar um outro rumo, quando descobri um programa que ensinava como criar produtos de informação online e como os colocar à venda. O programa chama-se Total Product Blueprint e é do Brendon Burchard.

Depois deste seguiram-se outros. Os peritos que mais tiveram impacto nas minhas habilidades, com quem mais aprendi e que ainda acompanho hoje em dia, são o Eben Pagan e o já mencionado Brendon Burchard.

A informação está sempre em algum sítio.

O seu objetivo pode ser completamente diferente do meu. Porém, existe algures a informação que você precisa para saber por onde é que deve começar.

Não importa aquilo que queira concretizar, não existe nada que não tenha sido já executado por outras pessoas de forma bem-sucedida. Só precisa de ser persistente na procura dessa informação.

Para o ajudar nessa busca, existe uma serie de perguntas que se deve colocar a si próprio. É de extrema importância que leia uma pergunta de cada vez e que escreva a resposta.

Não tenha pressa, faça-se a si mesmo cada uma destas perguntas, pense calmamente e escreva o que lhe vier à mente. Se fizer este exercício corretamente, o resultado poderá ser abismal.

Perguntas de clareza.

– Que conhecimentos precisa de adquirir ou desenvolver para realizar este objetivo?

– Quem é que conhece que o pode ajudar a realizar as ações necessárias?

– Olhando para o seu passado, já teve alguma experiência semelhante a esta, em que houvesse uma aprendizagem que possa ser utilizada neste objetivo? Qual?

– Que recursos necessita para seguir em frente?

– Que ações o deixariam mais perto do seu objetivo?

– Com base nas respostas a estas perguntas, é capaz de escrever um plano de ação?

Quando souber quais os primeiros passos que deve dar, dê-os o mais rápido possível. O feedback destes vai trazer-lhe clareza acerca das suas próximas ações.

Preocupe-se apenas com o próximo passo.

Para ajudar outras pessoas a entender este conceito, costumo usar a analogia dos faróis de um automóvel.

Imagine que está a conduzir numa estrada completamente escura, os faróis do seu automóvel iluminam apenas o caminho alguns metros à sua frente, e mesmo assim, você consegue chegar ao seu destino.

Não necessita de ver a estrada toda a partir do sítio onde está, pois esta vai-se revelando à medida que vai avançando.

Espero que este artigo o possa ajudar a descobrir o que procura, em todo o caso lembre-se:

Quando não sabe o que fazer mas sabe o que quer, faça alguma coisa e observe o resultado a curto prazo. Saberá assim se deve mudar as suas ações, interrompê-las ou dar-lhes continuação.

Pergunta: O que já fez para saber como avançar durante um bloqueio?

Deixe um comentário

Campa na relva em dia de sol

A morte, este estranho conceito

Nesta data, quando subscreve o blog Desbloqueie-se, recebe um email no qual revelo os três segredos da minha produtividade. Se tivesse de acrescentar um quarto

Máquina de escrever antiga

Porque é que escrevo

Já estava na altura de um artigo deste género. Embora este texto seja acerca de mim, estou certo de que outras pessoas poderão retirar daqui

Baleia nas nuvens

Zona de possibilidades

“Se fizer o que sempre fez vai ter o que sempre teve” Já ouviu esta frase? Vou explicar-lhe como é que funciona. Nós humanos somos

José Lança

José Lança

José Lança é o criador do blog Desbloqueie-se, onde milhares de pessoas espalhadas pelos quatros canto do mundo já foram procurar inspiração para os seus desafios. Dedica o seu tempo à escrita de não ficção, explorando temas que abrangem desde o desenvolvimento pessoal ao condicionamento social, passando por tudo aquilo que tem impacto na produtividade pessoal de cada indivíduo. Acredita que o seu propósito de vida é atingir a maestria num único campo, ao longo de toda a sua vida.
error: Content is protected !!